Criticas



                              A rede social




Bom como postei hoje , eu nunca tinha visto esse filme , e resolvi assisti , e posso sem dúvida dizer que é uma obra prima que mostra uma geração viciada em redes sociais e dispostas a ter milhares de amigos virtuais.

A atuação de Jesse Eisenberg é incrível , ele interpretou e encarnou o próprio Mark Zukeberg, por vários momentos do filme você acredita que seja o próprio criador do facebook ali , pois quem ja viu Mark da entrevistas sabe o que estou dizendo.


As atuações de Andrew Garfield ( nosso atual Homem-Aranha ) atua de maneira, generosa e agradável , ele é um ator bem carismático, achava que sua performance em Espetacular Homem- Aranha fosse uma teatralidade casual , mas não nesse filme.


Justin Timberlacke também marca presença de forma alucinada , engraçada e enigmática. Fazendo o criador Napster e mostrou o seu outro talento além da música.


Para David Fincher com certeza esse foi um dos seus melhores longa que ja pude assistir.


Avaliação deste filme: 10 






                         G.I.Joe Retaliação


Com certeza a ideia de mudar o elenco de Gi Joe deu certo , o filme esta magnifico e incrível , visualmente perfeito e as atuações de Bruce Willis e The Rock muito hilárias e são eles que seguram a onda do filme, que tem muitas cenas de ação.

O diretor John Chu acertou e inovou nesse novo projeto, bom ja o ator Channing Tatum provou que esse que é um ator multi gênero e se destaca mais uma vez. Ao meu olhar perceptivo desse filme e pelo sucesso que ele esta fazendo não me admira que a Paramount já deu sinal verde para um terceiro filme.




Tudo que posso dizer é parabéns G.I Joe e siga em frente




Avaliação deste filme: 9




             Duro de Matar - Um Bom Dia Para Morrer


Não...não foi um bom dia para morrer e sim um decepcionante dia para morrer.

Duro de Matar 5 , como gosto de chamar porque Hollywood adora tirar os números de suas franquias para que não dê a impressão de que é uma franquia velha. Foi muito ruim e mesmo sendo tratado como uma tentativa desesperada de manter a franquia viva , o filho tem mais destaque do que John Maclane , e isso para que é fã de Duro de Matar é inaceitável.


Acredito que os produtores achavam interessante mostrar Bruce Willis passando seu bastão para alguém mais jovem....sabe o que eu acho ? uma grande besteira. As pessoas não querem saber de piadas de velho , não dá ja basta Mercenários 2, que tem frequentemente esse tipo de piada.


Bruce Willis é o grande destaque da franquia e não dá para imaginar , um duro de matar do qual ele não é o cara. A notícia boa é que haverá um sexto filme e tomara que nesse provável e último filme , John Maclane mostre para o que veio.



Avaliação deste filme: 4 





                        Invasão a Casa Branca


Esse é o filme !



Com certeza o diretor Antoine Fuqua acertou em cheio com esse filme. Invasão a Casa Branca mostra um teor de ação , suspense e muito heroísmo.



Gerad Butler é o herói do filme e traz um tom de anos 80, cuja época era uma das melhores para se ver filmes desse gênero. Essa época o herói segurava as pontas do filme e era o cara , pois segurava a onda em todo filme e é isso que Butler faz , ele mantém a base do filme e tem gente grande nesse longa. O Veterano e aqui por mim saúdo Morgan Freeman, sou fã dele, Ashley Judd e o eterno Duas Caras Aaron Eckhart.

       




Antoine Fuqua arrebentou com esse filme e esta de parabéns, pois ele conseguiu trazer uma coisa que falta muito hoje em dia e olha que nem reunindo essa geração deu tão certo como visto em Mercenários 2, que é o seguinte..O herói é que comanda o filme e não o contrario.

Avaliação deste filme: 9,5





                           A Hospedeira


A autora da saga Crepúsculo não imaginava que seu mais novo livro e que rapidamente foi transformado em filme , fosse um total fracasso. Sinceramente o filme é tão chato que chega a dá sono , não sei ao certo se é melhor ou tão pior quanto Crepúsculo porque, historia de invasão alienígena e um triangulo amoroso chato demais , não são os ingredientes que as pessoas querem ver no cinema.




Das atuações , ressalvo para Diane Kruger , que soube mostrar sua presença nesse longa mas de resto é um verdadeiro fiasco. Acho muito difícil ter uma continuação....

Avaliação deste filme: 5




                   Jack - Caçador de Gigantes


Mais um filme feito por hollywood dos contos infantis , dessa vez é João e o Pé de feijão que das as caras nas telonas. Bryan Singer , diretor da famosa franquia X-Men , que estava sumido do mundo da direção de filmes desde de Superman - O Retorno , que em 2011 foi produtor de X-Men ; Primeira Classe. E agora resolveu dá as caras nesse filme que não fez tanto sucesso como Singer imaginava .



As atuações de Nicholas Hoult é o que surpreende , ele ja havia se destacado como Fera Em Primeira Classe, e em Meu Namorado é um Zumbi. O jovem ator aos poucos vai conquistando seu espaço em Hollywood. Outros atores também destacam esse longa e sinceramente é o que segura as pontas, Stanley Tucci e Ewan Mcgregor, que apesar de quase nunca serem protagonistas de alguma franquia , mas sempre conseguem seus devidos espaços.



     



Você deve esta se perguntando porque eu disse que o filme não esta fazendo sucesso ?

Por que o filme estreou muito mal nos EUA com apenas US$ 27 milhões em mais de 3 mil salas, e aqui no Brasil o filme também não esta fazendo nenhum sucesso.




Bryan Singer deve mesmo se dedicar muito para seu X-Men : Dias de Um Futuro Esquecido seja melhor que seus últimos filmes , porque se continuar nesse ritmo........




Avaliação deste filme: 6



                  Silente Hill : Revelação


Bom se existe um longa que fez de tudo para se adaptar ao universo dos games , esse foi Silent Hill, tanto no primeiro longa ( Terror em Silent Hill ) quanto no segundo o filme foi ótimo , sempre bem próximo do que todo fã de game quer.

O filme tem uma pegada bem rápida e se você perder uma cena , olha é melhor voltar e começar a assistir de novo. Por que o filme é muito bom. Como o próprio nome diz Silent Hill : Revelação mostra uma continuação bem lógica e que desvenda todos os mistérios de Hearther Mason.



   


Porém, como nada é perfeito não poderia deixar passar o curto tempo de filme. Uma hora e meia, e quem não assistiu o primeiro , já digo de ante mão , não irá entender , a não ser que tenha alguém do lado que já viu o longa anterior. Porque o foco do filme é desvendar e completar a história do primeiro filme.

Mas o filme é muito bom , os efeitos estão bem melhores do que o anterior e vale lembrar que pode existir uma possibilidade de continuação.


Lembrando também que de todos os filmes que ousaram se adaptar ao universo dos games ( Residendt Evil, Tekken , Street Fighter e até The King Of Fighters ) Silent Hill se sobre saiu bem melhor que eles e ficou muito mais fiel ao jogo.




Avaliação deste filme: 8,5


                          O Último Desafio

Bom o que falar desse filme ?

O Ultimo Desafio marca o retorno de Arnold Schawzenegger como protagonista de filmes de ação , bem diferente de Mercenários do qual fez uma mera participação no primeiro ( devido a seus compromissos como governador na Época ) e algumas ceninhas em Mercenários 2.


Desta vez a missão de Arnold é enfrentar um Narco traficante e impedir que ele passe pela divisa entre EUA e México. Mas isso só acontece porque o Detetive responsável pelo prisoneiro ( vencedor do Oscar de Melhor Ator Forrester Whitaker ) deixa o cara escapar.




             

No elenco ainda conta com Jhony Knoxville e o Brazuka Rodrigo Santoro.

O filme é bem rápido e não tem nenhum mistério , ele é direto e não fica enrolando , como muitos filmes fazem. As cenas de ação são bem fracas,porém honestas , elas não escondem muito do que o filme é . Nos Estados Unidos o filme fracassou e aqui no Brasil também não ficou atrás, talvez Arnold realmente deva voltar a carreira politica.


E vale lembrar que Arnold assinou contrato para Exterminador do Futuro 5 e a Lenda de Conan , bom vamos aguardar que esses filmes dê em mais certo que esse




Avaliação deste filme: 4



                                Alvo Duplo

Esse filme é bem mais estilo anos 80 e Stallone traz de volta a aquela essência que havia se perdido , ate mesmo nos seus filmes mais recentes como a franquia Mercenários . Nesse assim como o filme de Schawzenegger , a história é bem simples também .

Começa quando Stallone e seu parceiro fazer um serviço mas acabam sendo traidos pelo e seu parceiro de crimes morre. Com isso é a deixa para que Jimy Bobo 9 Stallone ) faça o que sabe fazer de melhor, que é matar. O filme também traz Jason Momoa ( Conan - O Barbáro ) como principal vilão.


       



As cenas em si são muito fracas , mas como disse ele é estilo anos 80 e naquela época cenas de ação com mitos efeitos não existiam. Então vendo por esse lado passa batido e com atuação de Sung Kang que mostra que Além de Velozes e Furiosos existe vida.

Avaliação deste filme: 7,5



                                    Argo

Olha se têm um filme que me interessou bastante esse ano , foi ARGO , um filme bem dirigido mais uma vez por Ben Affleck e bem produzido também por ele e por George Cloney . A trama é suspense do inicio ao fim e faz com quem assista o filme , se envolva na história e torça pelo personagem principal. Uma idéia que foi brilhante para enganar o Governo Iraniano.

           


Fazer um filme de mentira só para resgatar reféns foi uma idéia brilhante. Não ganhou o Oscar de melhor filme de 2013 a toa. O roteiro é bem escrito e desenvolvido , foi um trabalho magnifico.

Ben Affleck mais uma vez mostrou como se deve dirigir um bom filme e também protagonizar

Avaliação deste filme: 10

Criticas - Homem de aço

Olha esse filme é um novo marco nas telonas para o Superman,não só por contar de uma maneira muito inteligente mas também como mostra a saga do filho pródigo de Krypton desde seu nascimento , sua chegada na Terra mas também sua aceitação e o entendimento do que ele pode ser no futuro.

     


KRYPTON E SUAS ULTIMAS HORAS

O Planeta esta morrendo pois seu núcleo foi afetado devido as várias escavações, ao mesmo esta passando por uma guerra liderada pelo General Zod que decida usurpar o poder de Kypton.

Já imaginado o caos que esta por vim, Jor-el e Lara decidem enviar para um planeta logincuo o seu único filho nascido de um parto normal, fato esse que não ha acontecia há séculos.


Nesse meio tempo Zod decide querer interromper e uma luta entre Zod e Jor-el começa e culmina com a morte Jor-el. Zod acaba Preso e enviado a zona fantasma.




O que Posso dizer sobre essa parte do filme´que pela primeira vez mesmo se falou e mostrou tanto de Krypton, o longa explorou muito isso e atuações brilhantes de Russel Crowe impactam e engrandecem o filme.

As cenas de Destruição do Planeta então foram excelentes.


     


A CHEGADA E ACEITAÇÃO DE KAL-EL


Quando uma nave vinda do espaço chega e cai na Terra e é achada por Jonathan e Marta Kent, eles resolvem criar esse bebê. Com muitos flashbacks o filme tenta explica o motivo que levou Clark Kent a querer sumir do Mundo e de todos que ele o considera. Ele parte em uma jornada difícil e acaba achando uma nave , quase ao mesmo tempo que conhece Lois Lane e a salva.

Para os mais ansiosos já aviso que não demora muito para Clark Vestir o uniforme, na verdade o filme se passa de uma forma muito rápida que você assistindo não se da conta que ele tem mais de duas horas de duração.


Clark descobre de onde veio e o aceita o destino que ele tem a cumprir.


   



As atuações de Kevin Costner e Diane Lane nos enche de vontade de querer apoiar ainda mais Clark a ser quem ele deve ser e fazer o que ele tem como destino na Terra.



Não demora muito e Zod chega na Terra , disposto a caçar Clark o fazendo se entregar ao exército Americano e sendo assim entregue ao general para que a raça humana não seja destruída.



EMOCIONANTE

O filme apesar de grandioso pecou com poucas cenas de drama mas mesmo assim as poucas que tiveram foram lindas e muitas delas com um tom bem triste. exemplo disso é a morte de Jonantha Kente na frente de Clark. Henry Cavil que convenceu muito bem nessa cena como um adolescente de 18 anos, diria até a cena mais triste do filme. As cenas de Cavil e Lane também são cheias de amor e muito carinho e mostram a preocupação de uma mãe com a possível perseguição que seu filho , vindo de outro planeta possa sofrer.



DESTRUIÇÃO NÍVEL MÁXIMO


Depois que você ve Homem de Aço com certeza você vai pensar ....., nossa esse filme é um absurdo, pois tem tanta destruição que deixa filmes como "Transformers - O Lado Oculto da Lua " e Os Vingadores " coisa de criança. Metropólis é quase toda destruída. Smallville também sofre com a primeira cena grande de Luta , quando Faora e seu Comparsa se juntam e batem muito em Clark que parece ficar perdido com tanta pancada que ele leva.

É impressionante pensar com Snyder e Nolan pensaram fazer essas cenas. A luta final entre Clark e Zod então faz parecer que "Dragon Ball Z" não existe. Muitos prédios, ruas ,carros e etc... muita coisa é destruída e claro muitas mortes acontecem também. A destruição é tanta que você começa a pensar se fazer tudo isso não seria um absurdo. Mas Snyder acertou em cheio e não pecou pelo exagero, mostrou que esse Superman e muito diferente daquele criado por Bryan Singer que deixou a desejar por não conter uma cena de ação se quer.

   


DESTINO E CITAÇÕES

O filme tem várias citações tanto dos quadrinhos como do Universo DC no cinema e deixa a entender que num futuro não muito distante , poderemos ter Batman e Superman juntos, já que um dos satélites do filme é da Wayne Enterprise. E também é claro do principal vilão do Homem de Aço , Lex Luthor que não aparece mas o logo de sua empresa " Lexcorp " sim.



3D

Não vá no cinema achando que terá um grande 3D de Man of Steel ,pois não verá , o longa pecou feio nisso.

   




NOTA

Contudo visto hoje , acredito que esse Superman marca uma nova origem , assim como Batman teve a sua, um marco na História dos quadrinhos do super-herói mais antigo que existe.


Avaliação deste filme: 10 


   




                                 Wolverine Imortal



Finalmente um filme de verdade que conta um dos mais belos arcos de Wolverine nos quadrinhos.quadrinhos. Wolverine Imortal é tão bom que quase não se nota que é um filme de super herói e sim um filme de ação de um cara de garras.

     


Totalmente diferente de seu antecessor ( X-Men Origens - Wolverine ), o filme tem pouquíssimos mutantes, no máximo uns Três e uma história muito boa e envolvente. Destaque também para a Atriz Famke Jansen que volat a interpretar Jean Grey em algumas aparições de uma mente já perturbada de Logan.

   


A história se passa alguns anos depois de X-Men 3 : O Confronto Final e Logan esta perdido e solitário em seu mundo sombrio. Quando tudo parecia ir de mal a pior Logan recebe um convite para ir ao Japão , pois é o desejo de uma antigo amigo de guerra dele que o quer ver.

   


Entretanto , apesar de ser um filme muito a frente de seu anterior . Wolverine Imortal deixa a desejar na falta de sangue ( Tirado para diminuir a faixa etária e atrair mais publico ) e a pisada de bola mais feia que eles poderiam ter feito....O Samurai de Prata que aqui é uma armadura pra lá de sem graça. Mas oque salva mesmo o filme é a cena pós créditos que é sem duvida show de bola.



Dica : Não vá ao cinema achando que esse filme é uma continuação de X-Men Origens pois não tem nada a ver.

Dica 2 : Não vá ver esse filme achando que vai ver vários X-Men envolvidos na trama porque não tem ( Além de Jean ) porque isso você já viu antes e não gostou.


     


Avaliação deste filme: 9.5

                          Até que a Sorte nos Separe 2



Geralmente sequências de filmes de comédias são difíceis de continuar com a mesma temática de humor, mas o cinema brasileiro esta se sobressaindo em relação a isso. Filmes como " De Pernas pro Ar 1 e 2" provaram isso e se superaram  não em bilheteria como no caso da franquia " Se Beber, não Case", mas sim na qualidade do humor.


   Mais uma prova disso é o filme " Até que a Sorte nos Separe 2 " , que conseguiu superar até mesmo o seu anterior. Falar de comédia não é tão facíl como se imagina, é preciso ter entrosamento de elenco, frases bem elaboradas e um roteiro que não deixei de perder a graça ao longo do filme.



 O filme mostra Tino ( Leandro Hassum) e Jane (Camila Morgado)  passando por  um inferno financeiro com dívidas e sem ter nenhuma grana para pagar. Até que recebem a milagrosa notícia de que o tio Olavinho ( Tio de Jane ) morre e deixa de herança uma bagatela de 100 milhões de reais e isso faz com que Tino e Jane tirem o pé da lama.



 Mas como já imaginávamos nada sai como previsto...a história é hilariante e Leandro Hassum, esta impagável, com várias cenas que garantem várias gargalhadas. Camila Morgado também tem seu destaque e mostra que pode ser mais engraçada do poderíamos imaginar..

As participações especiais são sensacionais, Anderson Silva, Arlete Salles, Rodrigo Santana e o saudoso Jerry Lewis que mostra que o humor ainda corre em suas veias.


Mas claro que nada em si é perfeito e a critica  não é só no aspecto do filme que deixa algumas cenas sem te dar uma devida explicação. Sendo que algumas delas os personagens estão ali e de repente já estão na cena seguinte sem que o segmento lógico da história acontecesse e que  pudesse dar uma devida explicação  e sem dizer das deixas clássicas como todo filme de gênero sempre faz. E peca pelo excesso de patrocinadores como sempre os filmes nacionais têm,e logos da Ancine que  deixam qualquer um irritado no inicio do filme. Então não perca tempo e vá curtir com a família.


Avaliação deste filme:  9,5



Thor- Mundo Sombrio

 Para encerrar 2013 , finalmente a Marvel Studios acertou em Thor - Mundo Sombrio o que não fez em Homem de Ferro 3. O filme teve a estreia do diretor Allan Taylor ( que dirigiu alguns episódios Game Of Thrones ).

    Apesar dele ter sido demitido após as filmagens, Allan deixou um bom legado para o próximo a dirigir a saga do Deus do Trovão. O Filme é focado em Asgard e mostra os fatos que acontecerão depois de "Os Vingadores".

 

O roteiro é bem construído e elaborado e coloca Thor numa de suas mais difíceis missões, Salvar vida de sua amada Jane que sem querer descobre uma fonte de poder maligna, o chamado Ether. 


Um dos pontos bem vistos do filme é o humor, aqui muito mais bem retratado do que em seu anterior. Até Thor esta mais engraçado e doutor Eric Selvig e Loki roubam a cena. Falando em Loki o vilãoque ficou no encalço de seu irmão nas aventuras anteriores é dessa vez obrigado a se aliar para combater um mal chamado Malekith- O Malvado, que aqui faz dá sentido a seu apelido que ganhou nas Histórias em quadrinhos. A participação especial de Chris Evans então nem se fala, muito boa, uma das melhores cenas de humor. 




O filme também é centrado em muitas surpresas. O final do filme é uma surpresa só, cheia de reviravoltas e uma entrada crucial para uma nova aventura. Então vá para  os cinemas e garanto que vocês não vão se arrepender. 

Avaliação deste filme:  10 





                      O Lobo de Wall Street 

Um filme visceral, é isso que posso dizer de "O Lobo de Wall Street ". Leonardo Di Caprio conseguiu se superar, e olha que dessa vez ele realmente merece ganhar um Oscar. Não que os seus outros filmes , como o Aviador, A Ilha do Medo, Os Infiltrados ou Grande Gastby não fossem ótimos filmes, mas esse com certeza exigiu mas de Di Caprio.

    Com  atuações que fizeram o ator ir de uma cena mais engraçada até um tanto dramática, o filme mostra desde da chegada de Jordan Belfort ( Di Caprio) na bolsa de valores até ser investigado pelo FBI. O personagem se eleva ao nível máximo, quando mergulha num obsessivo mundo de muitas drogas, sexos e muito, mas muito dinheiro. 

  Jonah Hill também esta no elenco e se mostra cada vez mais alucinado com muita loucura e boa interpretação. O longa ainda exibe e mostra muita nudez e os bastidores de muitas drogas e o a facilidade que o dinheiro pode trazer, tanto pro lado bom quanto para o ruim. 

 Alucinante, extravagante, Leonardo Di Caprio  faz uma busca insana por dinheiro e mergulha na total escuridão. O filme serve de critica social  em relação aos anos 80, quando tudo era fácil e nada discreto. 

 A direção de Martin Scorsese é fora do comum, ele consegue arrancar de cada ator o seu melhor e mostra que um diretor que abraça seu projeto pode conseguir  um longa com uma visão técnica e indiscutível e ainda  tem a dupla assinando a produção.Um parceria que pode render aos dois muitos elogios. E o que dizer de Mathew  Mconaughey, que mesmo em poucas cenas arranca talento e convence. 

 O filme é bem vendido comercialmente e só peca pelos exageros dos palavrões, mas no geral, O Lobo de Wall Street te vende a ideia e você acaba comprando. 


Avaliação deste filme:  10




                                      Robocop 

Fazer um remake de um clássico é sempre difícil, ainda mas de um ícone dos anos 80. Desta vez recontada nas mãos de um brasileiro e que já se consolidou no mercado nacional com seus ótimos (Tropa de Elite 1 e 2), José Padilha está em um terreno novo e do qual teve uma missão difícil, mas completada com louvor Afinal, "missão dada é missão cumprida".

  O ano é 2028 e a humanidade espera de seus países uma resposta contra a violência. Com isso são investidos rendas enormes para  financiar o uso de " Drones " para exercer o serviço que antes era feito por soldados. Más com isso também vem a pressão para que os EUA use esses recursos em grandes cidades. 


  Porém,tudo muda quando o policial Alex Murphy sofre um atentado e fica entre a vida e a morte. Baseado na obra-prima do cineasta holandês Paul VenhorvenRobocop tenta mostra aquilo foi antes e ou que o futuro nos espera no ponto de vista de segurança e bem esta. 


 Para o filme sair do papel não foi fácil, e sim árduo e a escolha de um diretor só foi decida quando os executivos da MGM virão "Tropa de Elite 2 - O Inimigo Agora é Outro", e perceberem que José Padilha era o homem certo para assumir a direção. 


 Em relação ao original dos anos 80 , é o celebre atentado contra o policial literalmente honesto e a sua transformação em uma máquina feita para combater o crime. E a grande complexidade com a real possibilidade de dar um mundo com mais segurança e o fato do que é politicamente correto em colocar um homem e o transformar numa máquina. O grande apelo do filme é a humanidade acima de tudo e a corrupção que existe no alto escalão.  A verdade é que o filme desleixa no sentido da ação, que nesse novo longa ficou a desejar. 


  O elenco forte   e de veteranos foi preciso para que fosse necessário com intenção de atrair o público. O ator desconhecido  Joel Kinnaman é praticamente o único ( talvez propositalmente colocado como protagonista do filme) que fica na linha de frente e que têm um elenco de Coadjuvantes de nomes como Samuel L. Jackson, Gary Oldman e Michael Keaton carregam o nome do fim,e nas costas e dão aula de carisma em cada cena. 


  Em resumo o filme vale apena ser visto no sentido completo , más deixa a desejar , ou melhor falta a desejar em seu final. 


 A direção foi excelente e uma estreia animadora para Padilha, resta saber se o filme fará sucesso em todo mundo e seguirá os passos de seu original. 


Avaliação deste filme: 7,5





O Espetacular Homem- Aranha 2 



Esse Homem -Aranha não nos Representa !

Apesar de ser um bom filme, o "Espetacular Homem-Aranha 2- A Ameaça de Electro"não conseguiu de novo ser o Homem-Aranha que muitos esperavam e que eu partículamente queria muito isso más dessa vez o diretor Marc Webb de novo perdeu a mão de pela segunda vez.

  Mesmo nesse longa onde  está mais engraçado e de forma melhorada em relação ao primeiro filme, o herói está claramente separado de Peter Parker. Eis o grande problema do filme. 

   O Homem-Aranha é um herói completo e sempre se junta as duas personalidades, a do herói e do jovem estudante que está descobrindo o mundo. Mas nesse filme tudo está devidamente separado, onde há Peter não a Homem-Aranha e vice-versa. 

   Outro grande problema no filme é a falta de construção de personagens. Aí você lógico vai se perguntar em que momento isso fica evidente. Te digo Três então: 

  A amizade de Peter Parker e Harry Osborn é totalmente forçada, sem nenhuma conexão alguma entre eles. sem dizer que uma amizade separada por oito anos e duas cenas depois , os dois já pareciam amigos demais e sem dizer da estranha e mal explicada obsessão de Harry pelo sangue do Homem-Aranha. Se você em algum momento souber de alguma HQ que diz que o "Amigão da Vizinhança" têm poderes curativos, você me mostra. 

  A relação entre Peter e a Tia May então é totalmente sem proximidade, não há similidade entre eles. Sem dizer toda hora o filme sai de uma cena e passa pra outra sem deixar que os personagens se desenvolva. 


 A aparição de Felicia Hardy no filme  é  muito rara e sem explicações, ela é simplesmente jogada a dentro do longa e deixada logo para trás.


 Os vilões então deixam a desejar, o que dizer de Electro, o vilão cujo o objetivo é destruir o Homem-Aranha porque ele não é seu amigo. Sem necessidade nenhuma e sem dizer que um personagem como esse é sempre bem retratado nos quadrinhos. Sério Jamie Foxx merecia muito mais do que isso. 


 E pra finalizar a relação mal trabalhada de Peter e Gwen Stacy, que aqui é finalizada de modo trágico. Tudo bem que aqui ela até usa uma roupa parecida com as das Hqs, mas isso não impede de que a relação deles seja desconstruída ao longo dos dois filmes. 


  Os vilões estão em lados bem separados aqui ,mas chega uma hora que udo fica muito chato.  Isso incluí um Duende Verde e Rino que aqui é meramente focado. 

  O que esperar do Futuro da Franquia ?
  
 Mas nem tudo é tão ruim que não possa ser salvo né ?. Sendo assim , acredito nos dois próximos filmes podem ser a grande esperança.

  Ainda há uma Mary Jane a ser apresentada, a formação do " Sexteto Sinistro", a provável introdução de Venom e quem sabe uma aparição da Gata Negra.


   Marc Webb diz que não assinou contrato para um quarto filme, o que nos sugere que ou ele está tentando ganhar uma valor maior para continuar nessa franquia ou ele realmente não será o diretor do quarto longa.


  Essas reposta serão ditas nos próximos longas.Então vá assistir e diga o que achou de "Espetacular Homem- Aranha". 


 Abraços.

 Avaliação do Filme:  5,5




Capitão América 2- O Soldado Invernal
          

        Tudo bem, sei que demorei para fazer essa crítica más agora colocarei tudo que vi em relação ao filme. 

       O filme 
sem
 dúvida é o segundo melhor depois de "Os Vingadores" e isso fica evidente ao longo do filme. 

    Desta vez Steve Rogers (Chris Evans)está envolvido num núcleo mais perigoso do que ele imaginava. Segredos são revelados e novos inimigos surgem e antigos também.

 Um deles é lógico o Soldado Invernal que no passado era seu melhor amigo Bunky Barnes e que o único objetivo era destruir o herói que carrega seu escudo inquebrável. 

    Um dos melhores detalhes desse filme e do vilão em si, é o braço de metal que aqui é fundamental como uma arma pretensiosamente perigosa para nosso Capitão América. 


       Esse também é de uma forma más clara possível mostra um Nick Fury ( Samuel L. Jackson) bem mais envolvido com a trama e com seus segredos. 

     Outro ponto que achei atrativo para o filme e que trouxe um contexto amplio para o filme, foi o retorno da Hidra que volta com força total e com caras novas (Ossos Cruzados e Alexander Pierce) e escondidas dentro daquela que deveria ser o centro de espionagem mais seguro do mundo...a S.H.I.E.L.D.

     Detalhe de personagens que gostei, foi o do  Falcão, sua participação não é de lá tão necessária ao meu ver na trama, más ele transmite algo novo e alimenta a possibilidade de o vê-lo em um possível filme dos Vingadores no futuro

       A Viúva Negra(Scarlatt Johanson) foi quem eu acreditava que fosse mais interessante nesse filme, más acabei me decepcionando um tanto com a personagem. Pouco se fala de seu passado e sua origem ainda é um mistério. Más se parar para pensar, nem nos quadrinhos até hoje deram uma solução real para ela, o que dirá no cinema ?. Acho que a ideia de fazer um filme solo dela está cada vez mais distante. 

      Além dos vilões Ossos Cruzados,  PierceBatroc - O Saltador ( aqui apresentado logo de cara no filme) , o longa também traz de volta o clássico Amir Zola, que ganha uma certa importância apesar de ser uma cena muito curta. 

     Pra finalizar a cena pós-crédito( já vazada alguns dias antes da estreia do filme), mostra o vilão inicial de Vingadores 2- A Era deUltron. O poderoso Barão Strucker e também revela os novo integrantes da equipe mais amada do planeta,Feiticeira Escarlate( Elizabeth Olsen ) e Mercúrio Aaron Taylor-Jonhson) aqui ainda com ocabelo grande e todo escuro, dando uma amostra de seus poderes. 

     Bom o conjunto da obra é boa, a minha única ressalva é menção deBruce Banner e Stephen Strange( sim o famoso Doutor Estranho), aqui já estabelecido como uma ameaça para Shield.

   Aproveite se você ainda não viu o filme, dê uma conferida e divida suas opiniões com o nosso site. 

  Avaliação deste filme: 9,5


                X-Men: Dias de um Futuro Esquecido



          Se você acha que esse "X-Men" é uma espécie de continuação de "X-Men 3: O Confronto Final", vou te deixar triste pois não é. Más ao mesmo tempo esse novo e surpreendente longa nos dar uma nova expectativa sobre o futuro da franquia e o que o tempo pode causar em uma trama complexa. 
        
      Vou comentar um pouco sobre o filme que mais aguardei neste ano e acredito que quem o assistiu se surpreendeu também. 

    O diretor Bryan Singer volta a sentar na cadeira de diretor e assumi uma grande responsabilidade, que é consertar os "erros das outras franquias", más isso não é algo tão fácil de se fazer e tão pouco simples. 

    A trama é totalmente voltada para o conserta o passado , para poder mudar o seu futuro.

 Nesse intuito o filme começa com uma amostra de um mundo onde mais parece a Skynet de " O Exterminador do Futuro" do que um lugar onde a humanidade se sente tranquila. Praticamente no futuro não existem humanos, ou pelo ao menos isso não foi lembrado. Cidades devastadas e alguns mutantes presos, tudo isso pelas terríveis Sentinelas, más a pergunta que fica é  quem as controla agora ?. O roteiro se quer tratou de esclarecer isso e pecou feio nessa premissa. 

      Com intuito de salvar seu mundo e consertar os erros do passado, Charles Xavier ( Patrick Stewart) decide enviar Wolverine ( Hugh Jackam) para o passado com a ajuda de Kitty (Ellen Page),que centraliza seus poderes na mente de Logan e o enviam para seu corpo mais jovem nos anos 70.  De fato essa parte da história é diferente das HQs da qual consagraram os mutantes no mundo inteiro. 

     O filme se concentra o tempo todo em Mística (Jennifer Lawrence) , pois ela é a chave de toda a história , e ao meu ver ela que é a verdadeira protagonista dessa trama. Porque a partir de um erro que ela comete, o futuro todo é comprometido. Na intenção de mudar  isso Wolverine encontra Charles (James McAvoy). 

     No ponto de visto tudo estava se encaminhando para o um final excelente e que honraria a franquia inicial de X-Men ( 2000), más não foi bem assim. Simon Kingberg que roteirizou junto com Matt Vaugh ( sim aquele mesmo que abandonou a direção desse filme e de X-Men 3 ), tentam a todo instante mudar não só a história de um futuro trágico , más ao mesmo tempo eles ficam batendo na tecla de que na verdade é preciso consertar os erros de X-Men 3 e X-Men : Origins Wolverine (2009).

      Digo isso porque aqui é explicado algumas coisas em relação a X-Men : Primeira Classe (2011) quando tudo é bem "amarradinho', eles se esquecem de detalhes importantes da trilogia, exemplo é o fato de Xavier ter transportado a sua mente a outro corpo no final de X3 , você lembra ?. Pois é, em momento algum isso é explicado, como se nunca tivesse acontecido ou existido, más ainda assim , eles tentam explicar ao longo do filme que tudo pode ser mudado, a todo instante e de modo surpreendente.

    Foi assim que quase no fim do longa vimos um deslumbre de Ciclope ( James Marsden),Jean Grey(Famke Jansen) e até mesmo surge um Fera ( Kelsey Grammer) bem mais velho. O mais incrível foi como Bryan conseguiu esconder isso de todo mundo. Nenhum site sabia ou sondava que eles poderiam aparecer , já que seus personagens seriam descartados depois de morrerem no último filme,com certeza muito fãs aclamaram essa cena.

      Agora sobre o fim do filme que é bem fraco e mais uma vez eles terão que se reinventar para explicar isso num filme , más se bem que acho que dificilmente isso acontecerá. A ideia toda era apagar a trilogia anterior e se renovar para o futuro e um outro trecho que foi totalmente desvalorizado , foi a personagem Vampira (Anna Paquin)  que aqui é meramente mostrada em uma única cena. E o próprio Singer já havia dito que cortaria a principal cena da atriz no longa. O que dizer ? lamentável né. 

Em matéria de dinheiro está dando certo porque o filme está sendo  bem visto e fazendo sucesso más em matéria de roteiro, esse foi bem fraco. O lado bom é uma das melhores cenas memoráveis desse filme é de Mercúrio( Evan Peters), que é tão boa quanto a de Noturno (Allan Cumming)de X-Men 2, sensacional demais.

      Então em resumo, mesmo com alguns erros e "desfechos estranhos", Dias de um Futuro Esquecido é um longa para ser visto e admirado ainda assim, no estilo X-Men.
    
      Avaliação deste  Filme: 8,5

   



Malévola



         Não.....não é um filme tão ruim assim. Foi assim que ao sair da sala, percebi que a Disney acertou em cheio em relação a este longa. 

         Angelina Jolie volta as telonas com um diva, má mas ao mesmo tempo com um amor forte e as vezes impiedoso. 

      A história gira em torno de Malévola, a fada mais poderosa de uma terra de verdeira fantasia chamada aqui de Mors. Neste lugar a paz toma conta de tudo. Más até um dia em que a pequena Malévola descobre que um dos humanos , conseguiu adentrar sobre o lugar. Ela conhece o menino e com o tempo eles se tornam bons amigos,  e com o passar dos anos se tornam "mais que amigos".

    Más aquilo que ela um dia pensara em ser amor , na verdade se tornou uma grande e dolorosa ilusão. Ela é engana e traída. 

    Daqui por diante começamos a ver uma Malévola frágil, porém forte, pois ela busca forças e se supera quando percebe que seu amado só queria se torna rei as custa de sua morte. Sobre o enredo meio sombrio más ao mesmo tempo com um aspecto esperançoso e com certos tons de drama. 

    Uma coisa é muito certa e clara neste filme, que é o de mostra o outro lado de uma vilã que é não era tratado com profundida antes, até porque pertence ao um conto de fadas, "A bela adormecida".

   E a bela adormecida em questão, mostra -se uma linda e estonteante adolescente descobrindo um novo mundo e sendo cuidada por Malévola de certa forma e claro do jeito dela. 

     
         O filme é bom, o 3d também funciona e é um dos melhores da Disney, o longa é impactante  no sentido de revelar que aonde muitos acreditam que o amor não existi, é na verdade onde ele pode se revelar. 
 Angelina Jolie está em uma de suas melhores performances, o que é excelente e necessário para um filme que trata de um conto de fadas, nada melhor que uma boa atriz e um bom roteiro para fazer o que pode ser um longa fácil e chato, em um filme para se assistir mais de uma vez. 

   Avaliação deste filme: 9,5


                            A CULPA É DAS ESTRELAS 



                     Pense num filme que leva sua atenção ao extremo e que te conduza até uma jornada emocionante. Esse filme existe e ele se chama " A Culpa é das Estrelas". 

                 Baseado no Best-seller de John Green e dirigido por Josh Boone, o filme é um marco  na categoria de combater as tristezas com carismas e com um bom toque de romance. O elenco é formado por dois atores em ascensão no momento e que por isso, talvez seja o motivo de contracenarem, alem claro do enorme talento que ambos têm. 

              Os atores se doam ao extremo para que a obra de Green , seja mais perfeita possível. O longa têm o espectador nas mãos e mantêm você atento até o fim do filme, mas ao mesmo tempo ele não te dá brecha nenhuma de se ter um final feliz. 

             O longa nos apresenta uma jovem simpática e inteligente Hazel Grace( Shaleine Woodley) , que vive um câncer em estagio avançado. Certo dia, seus pais decidem que ela frequente um grupo de apoio de pessoas que estão ou que já passaram por doenças graves. Más em um desses encontros ela conhece o jovem Augustus Walters( Ansel Elgort ). Aos poucos os dois percebem um certo entrosamento e  acabam se apaixonando e surgem os questionamentos das armadilhas que o destino cria.


      O que o filme tenta te mostrar logo de cara, é que o mundo não é um lugar só de desejos e que tristezas também irão surgir e que você deve encara de frente. Isso também faz você refletir durante o filme de como a vida realmente é , com suas alegrias e tristezas a todo estante. 

      O aspecto do filme é super bem explorado, todo tipo de assunto e diálogos são de alguma forma maximizados para que seja tão bom quanto o do livro. Você consegue perceber que o diretor fez isso com o intuito de aproximar aquela pessoa que leu o livro, veja isso nos cinemas também. 

    Uma coisa é certa, John Green deve está orgulhoso com o excelente trabalho de Woodley, Elgort e Boone. Todo trabalho realizado é merecedor de  aplausos e por isso este merece honrarias. 

   O final do filme é sempre tenso e claro que não vou falar qual é , mas para quem ainda não viu assista porque é excepcional e extraordinário. 

  O amor mostrado neste filme não vai ganhar nenhum festival de cinema e muito menos o Oscar, más ele vai ganhar algo muito mais importante do que tudo isso. Ela vai ganhar o seu coração ! 


    Avaliação deste Filme: 10 

                         Velozes e Furiosos 7 
 Simplesmente o Melhor !

   

Se todas as expectativas, sobre este novo capitulo da franquia de maior sucesso da Universal Studio era esperada com afinco pelos fãs, não se preocupe, pois a espera valeu apena e muito. 


Desde quinta- feira nos cinemas, Velozes e Furiosos 7 já superou em questão de abertura o último longa, isso deve a dois fatores:  A morte de Paul Walker (falecido em novembro de 2013) e também sobre como ficaria o longa com as cenas realizadas pelos irmãos de Walker. 
A historia gira em torno da vingança que Deckard Shaw ( Jason Staham) quer por Owen Shaw (Luke Evans) ter ficado aleijado no sexto filme por Dominic Toretto (Vin Diesel).

O filme têm várias cenas de ação e isso inclui duas ótimas lutas de Staham contra Dwayne Johnson e também contra Diesel, no clima ápice do filme. 

O longa a todo momento deixa um clima preparado para uma despedida.  No caso a do personagem de Walker, que depois de sua trágica morte, os produtores e roteiristas se viram obrigados a dá um adeus a Brian Connor. E diga-se de passagem , é emocionante. 

O filme ainda nos mostras novos personagens que trazem uma  essência para a história da trama, principalmente a hacker Ramsey, que é interpretada pela linda Nathalie Emmanuelle. A volta de Sean( Lucas Black) e nomes já consagrados no cinema como(Djimoun Housssoun e Kurt Russel)  e de caras novas como Ronda Rousey ( Mercenários 3) e de Tony Jaa ( Ong-Bak). 


As cenas feitas por Caleb e Cody Walker,foram praticamente as últimas do longa e claro incluido a do final. 

A critica fica por conta mesmo do 3D, que seu resumo não acrescenta muita coisa. Más no geral, Velozes e Furiosos 7 superou todas as expectativas possíveis da franquia. 

O apelo emocional é um forte atrativo nesse longa que marca a despedida de Paul Walker. 


Sem duvida o melhor de todos ! 

Avaliação do filme : 10 





             Vingadores : Era de Ultron 


      Tudo bem....demorei para ver o filme, más finalmente irei dizer o que achei do filme. 

      A Marvel Studios mais uma vez nos mostra uma aventura da qual 'Os Super-Heróis mais Poderosos da Terra" terão que enfrentar dessa vez , um inimigo cruel e literalmente "sem coração". 
       
     Criado por Tony Stark e com uma valorosa ajuda de Bruce Banner, Stark cria uma inteligência artificial na esperança de que se torne uma arma de segurança para a humanidade,más seus planos dão errados e Tony acaba dando vida a Ultron, um impiedoso assassino sem alma. 

     A temática do filme é ótima, algumas cenas bem interessantes (como a cena da festa na torre Stark), más faltou algo que havia no primeiro filme.....Paixão ! 

    O roteiro é bom , más faltou animo de ver alguma coisa ou algo superior ao do primeiro filme. As vezes quando se coloca muitos personagens, é fácil perder o foco, e acredito que foi isso que ocorreu em "Era de Ultron", tanto que o roteiro foiconstruido sem dá muita atenção aos gêmeos Wanda e Pietro Maximorff. 

    Aliás, muitas cenas deixam de lado o mercúrio bem distante. As cenas de ação funcionam muito bem, isso Josh Wheddon acertou em cheio, assim como focar mais na Viúva Negra e no lado família do Gavião Arqueiro também deram muito certo. O que particularmente não me agradou foi uma tentativa de engatar uma romance com Banner, o que ao meu ver não funciona bem. 

   O grande vilão do segundo filme, Ultron é mais cartunesco do que um assassino com o propósito de destruir a humanidade. Faltou aquele senso de maldade mesmo, como existe nos quadrinhos, achei um tanto piadista, sem dizer que seu nascimento  incrível e tendencioso lado para o mal,foram apressados demais.

   O personagem novo a ser inserido, foi o Visão, que na verdade é um corpo do qual, Ultron queria ter posse e transferir sua mente para o mesmo, e que com ajuda de Stark,ganha a mente de Jarvis e daí "um novo ser" nasce e passa a ter uma das jóias do infinito, "a joia da mente". 

   Além da  morte de um herói, que achei um tanto ridícula por si só, o filme de verás é tecnicamente bom, más ficou um pouco distante do que foi o primeiro filme. Esse foi o último longa de Josh Wheddon na direção dos Vinagdores, já que os dois próximos serão comandados por Joe e Anthony Russo. 
   
    Portanto, Vingadores : Era de Ultron é um grande blockbuster que deve ser assistido mais de uma vez. 

     Avaliação Final : Nota 8,0 



 
 
O Exterminador do Futuro: Gênesis 

Um bom recomeço para a franquia


   Finalmente 'O Exterminador do Futuro' ganhou uma grande oportunidade de poder recomeçar sua franquia nos cinemas com Gênesis. 

          
 O filme traça uma premissa de linha temporal que traz uma grande mudança com os fatos relacionados ao do original de 1984, quando foi dirigido e criado por James Cameron

 O longa também marca o retorno de Arnold Schwarzenegger após 11 anos ausentes da franquia, sendo que o mesmo não participou do quarto longa 'Exterminador do Futuro- A Salvação' (2009), devido a conflitos de sua agenda como governador do Estado da Califórnia e por isso ficou só no CDI.  

    A nova franquia, traz muitas revelações e uma expectativa bem alta sobre o que será daqui pra frente. Apresenta também uma nova Sarah Connor (Emilia Clarke), que mostra uma versão bem mais nova e mais guerreira e adequadamente pronta para essa nova geração. 
   Quando John Connor(Jason Clark)resolve enviar Kyle Reese (Jai Courtney) para o passado com a missão de proteger Sarah Connor, algo acaba dando errado e vários fatos são historicamente mudados. Fazendo assim, Sarah, Kyle e Guardião (Schwarzenegger) se vêem em um eventual futuro alternativo, onde nada é realmente o que parece ser. 

   As surpresas desse filme vão alem das cenas cômicas de Arnold, como uma direção bem mais empenhada de Alan Taylor (Thor: Mundo Sombrio), que mostra que planeja e executa muito bem as cenas de ação. Alem de uma boa direção, Taylor resolve ignorar muitos acontecimentos e isso inclui, o terceiro e quarto filme da franquia. Mesmo com algumas referências do segundo longa, o foco é o primeiro e como tudo ocorre quando um novo equilíbrio é determinado e modificando assim, o mundo que conhecemos. 

   

   Novos vilões são revelados,surpresas irão surgir e um final bem legal são fatos que fazem de 'O Exterminador do Futuro-Gênesis' um excelente filme que muda o seu passado,marca um novo presente e prepara um novo futuro. Agora, é só esperar o segundo longa que têm estreia marcada para 2017. 


   Avaliação do Filme: 9,0

BATMAN VS SUPERMAN- A ORIGEM DA JUSTIÇA



    Filmaço !!!! Seja bem-vindo Universo Cinematográfico da DC 

 Com Spoilers (Não viu ? então nem leia )
     
    Ao contrário de muitas críticas que li nos últimos dias, eu fui assistir o filme preparado para tudo. Sim preparado pois, Batman vs Superman é o grande filme deste ano, mesmo tendo em vista já no mês que vem "Capitão Améica: Guerra Civil ". E a palavra que encontrei foi satisfação, pois o longa tá muito bacana e super bem feito. 


   A direção do criticado Zack Snyder é decente e promissora ao falar deste universo com um público que estava ansioso pelo filme. 


  
  Mas tem um ressalva neste longa e pode ser isso que esteja afetando um pouco a sua bilheteria e crítica. Se você não é fã de quadrinhos e nem pouco é ligado ao universo da DC ou se por mais impossível que seja, você não conhece nada de Batman ou Superman...é meu amigo você vai se decepcionar. 


 O filme mostra os eventos causados pela luta devastadora de Superman (Henry Cavill) e do General Zod (Michael Shannon) em "O Homem de Aço". No qual, temos ali perto da batalha um Bruce Wayne (Ben Affleck) que acompanha todo o poder de destruição que um alienígena pode causar. Com este fato, uma dura batalha e eminente está por vir. 


Dou os parabéns ao Batman de Ben Affleck , um herói bem mais Dark ao estilo "Cavaleiro das Trevas de Frank Miller", onde vemos um cara bem mais velho e sem nenhuma dó dos bandidos.  Se você ficou receoso com sua interpretação, não fique ! pois Affleck mandou muito bem. Bem diferente do Batman começando a lutar contra o crime de Christian Bale. Aqui o que temos é um cara bem mais velho e maduro e que em seu consciente sabe que precisa parar o homem de aço a qualquer custo. 


  A luta dos dois e bem intensa e muito CGI , recurso esse que têm sido muito criticado por algumas pessoas. Más a luta é bem bacana sim e vale apena, não só pela quebra de braço dos dois heróis mais famosos da Dc Comics. 




  Henry Cavill perde um pouco de espaço na tela,más é justificado porque aqui é preciso apresentar um novo Batman a um universo ainda em crescimento nos cinemas. Com certeza, o Homem-Morcego de Affleck é o novo queridinho da Warner e seu filme solo na certa sairá do papel mais rápido do que imaginamos. 

  Outra que rouba a cena é a atriz Gal Gadot, que com sua Mulher-Maravilha se mostrou sem dúvida pronta para lhe da com a personagem. Tanto em charme quanto em pancadaria. Ela não deixa a desejar e manda muito bem mesmo. 


  Já um personagem que achei um tanto caricato demais e que foi uma certa decepção foi Lex Luthor (Jesse Einsenberg), aqui um psicopata doentio e manipulador e que se tivesse sido interpretado por outro ator até ficaria bem melhor.  A forma de loucura e exageros é até certo ponto justificado ,más as maneiras usadas pelo ator é que são bem ruins. 


 O longa ganhará uma versão com várias cenas deletadas, onde teremos a morte declarada de Jimy Olsen(sim ele esta  no filme más não diz seu nome)e foi interpretado por Michael Cassidy, onde ele se apresenta a Lois Lane (Amy Adams) e logo em seguida morre nas mãos de terroristas, Teremos também a Batgirl de Jena Malone que aqui foi totalmente cortada e claro a cena deletada que já foi divulgada que mostra uma estranha criatura manipulando três caixas maternas na frente Luthor e mais referências de que o vilão Darkseid vem aí é impossível né ? . 

A cena cortada talvez tenha tirado a lógica de muitos por não saberem como Lex sabe de tantas coisas.
  

  Agora uma questão que divide muitas opiniões, é a tal morte do Superman. Ele morre e não morre né ?. Isso é fato e até a cena da terra se mexendo já mostra isso.  Como Snyder irá traze-lo para a trama de "Liga da Justiça- Parte 1" é que precisaremos esperar para ver. 


   Um grande erro no meu ponto de vista, foi mostrar a cena da morte dos pais de Bruce, pois consome tempo demais na tela e se torna cansativo e algo que ja vimos em algum outro filme do Cavaleiro das Trevas. 



O longa tem muitos easter-eggs e vale apena ser visto. Flash,Ciborgue e Aquaman marcam presença mas sem muito tempo de tela. Flash ainda ganha uma certa relevância. Más é só arco para uma futura união dos heróis mais poderosos da terra. 

  
  Batman vs Superman é um filme aceitável para um universo que está se expandido então vá e assista e forme sua opinião!. 



Nota 9.4


Resenha de Capitão América : Guerra Civil 


         Sensacional ! 


     A Marvel Studios se mostra cada vez mais desafiadora em seus filmes. Foi assim, que Capitão América: Guerra Civil chegou em poucos dias a marca de U$700 milhões pelo mundo.

Com uma direção primorosa dos irmãos Russo que mais uma vez capricham nos artifícios de uma trama cheia de ação, suspense e um grande toque de humor. 


  O longa marca uma nova fase do estúdio , que é a fase 3, onde encontramos Steve Rogers numa situação bem complicada. Provar que seu amigo de infância, James Barnes é uma vitima da Hydra e que não foi o principal causador de eventos que marcam a trama desse filme e de fatos que aconteceram no passado. 



  Em torno disso, somos apresentados a dois novos e impecáveis personagens. T´Challa e Peter Parker chegam e roubam a cena todas as vezes que surgem na telona. 



  O conflito é estabelecido logo após um desastroso evento que ocorre em Lagos na Nigéria. Depois disso, os governos de 117 países decidem que os Vingadores não devem mais agir por conta própria. Nesse embate temos Capitão América e Homem de Ferro, que tem opiniões bem distintas sobre servir ou não a outras pessoas. 

 Em volta disso, encontramos o Soldado Invernal, que agora é mais procurado do que nunca. O longa deixa claro que para salvar um velho amigo, Steve terá que enfrentar seus novos amigos. 


  Com Homem de Ferro, Viúva Negra e os demais atras do Soldado Invernal, fica extremamente pesado o clima entre os heróis e o conflito começa. 


  É  de se expressar que a luta no aeroporto é a mais sensacional já realizada em um filme da Marvel. Os heróis se enfrentando e o clima de renda-se ou lute, é mostrado em cena e cena.  Destaque mais uma vez para Homem-Aranha e Homem Formiga, que aqui mostram todos os seus talentos. 


  Dois pontos bem negativos são a importância do Gavião Arqueiro que se mostra pouco e do nada ja mostra um lado que escolheu, mas você fica se perguntando por que ele faz isso ? . 


 E o vilão, mas uma vez é uma grande decepção nos longas da Marvel. É incrível como eles não conseguem deixar nenhum vilão com a mesma importância de Loki.

Zemo é mais um que não é o que você acha q vai ser. 




    Fora isso, o filme é bem tocante na questão de conflitos entre o Capitão América e o Homem de Ferro que aqui é extremamente abalada a amizade em vista de fatos decorrentes do passado que envolvem o Soldado Invernal  e a família Stark. 


   Ao final do filme você ainda enxerga esperança em relação aos Vingadores. 



   Em resumo, Capitão América: Guerra Civil é o longa que mais completo da Marvel até agora. 


 Nota 9.5



X-Men : Apocalipse 

  Um dos melhores filmes dos Filhos do Átomo ! 




      O sexto longa da franquia X-Men chega aos cinemas com muitos desafios que até já foram citados aqui em outro artigo. Leia Aqui


     O novo longa traz a história do primeiro mutante do mundo (En Saba Nur), um ser ancestral que ao longos anos foi transferindo sua mente para outros corpos, afim de sempre ser imortal a medida que iria envelhecendo. Neste momento, entendemos aquela cena pós-créditos de X-Men : Dias de Um Futuro Esquecido, no qual uma criança surge com seus quatro cavaleiros do Apocalipse. 


    Ai vemos Oscar Isaac, sendo o corpo a ser utilizado para o novo En Saba Nur se aperfeiçoar. Durante anos ele ficou exilado e adormecido e a humanidade evoluindo. 


  Ao despertar, Apocalipse descobre um mundo completamente perdido em crenças e que ele deve mudar e trazer todos os mutantes para um mundo melhor. 



  Já em Weechester, Charles Xavier (James McAvoy), está mais maduro e muito mais crente no seu potencial de mudar vidas e melhorar os jovens que se descobrem com poderes fantásticos, é assim que encontramos Scott Summers (Tye Sheridan), um jovem buscando junto a seu irmão Alex Summers (Lucas Till), um novo recomeço. Também encontramos uma jovem Jean Grey com poderes ainda sem controle, Um Noturno forçado a lutar contra um Anjo rebelde.



  Apocalipse aos poucos recruta seus cavaleiros, a começar por uma linda e perdida Tempestade, um guerreira com sede de matança (Psylocke), Um Anjo caído e um Magneto completamente destruído por uma fatalidade. 


  Formando seus seguidores Apocalipse vai ao encontro da mente mais brilhante desta era, Xavier e confrontos e perdas são invitáveis. 




   O roteiro é muito bom, mas o filme deixa algumas lacunas em relação ao universo X-Men. Exemplo é a cena final de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, esqueça aquilo que você viu. 



   Alguns flashbacks são interessantes, mas alguns personagens são desenvolvidos de forma bem trágica. Mistica foi menos e Jennifer Lawrence mais, poucas cenas ela fica azul, a impressão que se tem, é que o ego da atriz foi maior que a personagem.  De vilã a líder dos X-Men foi  uma proposta um tanto exagerada. 


 Anjo e Psylocke também deixam a desejar quando o quesito é história. Os dois personagens se quer têm uma origem, a unica relação que dá um pouco a entender, é quando Psylocke diz que conhece alguém e depois da um olhar para o Anjo e aí você sente que eles tiveram algo no passado, assim como é nos quadrinhos. 


 O próprio vilão se quer passar medo real...Não achei Apocalipse uma grande ameaça. A caracterização realmente nos faz vê que ele não vai te dá medo nenhum.  Osca Isaac deixou a desejar na interpretação, tanto em performance quanto na voz do mutante mais poderoso da humanidade.


  Atuações honrosas temos mesmo é de James McAvoy, Michael Fassbender e Sophie Turner que seguram bem a onda de destruição e atuam de forma primorosa. Essa última por sua vez, mostra uma extensão de seus poderes que vão te fazer lembrar de Famke Jansen em X-Men : O Confronto Final 




A direção de Bryan Singer é mais uma vez excelente, é interessante ver como ele realmente gosta deste universo. Da sua maneira, ele coloca elementos da franquia que você vai amando mais e mais. 



  A cena pós-créditos só irão entender quem realmente é fã de X-Men. Se você não é, sinto te dizer que não entenderá nada.

 A participação de Hugh Jackman, é bem eficiente e temos um Wolverine bem sangrento e conhecendo aquela que ocupará seu coração para sempre, como um amor proibido.  




   No Geral, X-Men: Apocalipse é um bom filme que vai te mostrar muitas cenas de ação, uma excelente cena do Mércurio (Mais engraçada e melhor do que o filme anterior), Easter egg no final e um vilão meia boca. Apesar de tudo, o longa não supera o seu anterior. 



 Nota : 9.4 







 Como Eu Antes de Você 
Você vai querer Chorar !
 Humor sem graça mas com um Toque de romance !

Jojo Moyes é o mais novo nome fenômeno no mercado literário;  Como Eu Era Antes de Você, vendeu mais de três milhões de cópias no mundo inteiro, conquistando inúmeros seguidores. A adaptação para o cinema era questão de tempo e agora chega ao público com Emilia Clarke (a Daenerys de Game of Thrones e a nova Sarah Connor de O Exterminador do Futuro Gênesis) e Sam Clafin ( Jogos Vorazes - A Esperança Parte Final).


Apostando num primeiro ato incrivelmente ágil, o filme da estreante Thea Sharrock, roteirizado pela própria Moyes, parece ter pressa para colocar seus personagens no conflito central, isso gera uma construção de personagens um tanto quanto fraca, que reforça um pouco estereótipos. Em diversos momentos, a personagem de Lou (Emilia Clarke) é representada como uma mulher de ingenuidade quase infantilizada, sendo muitas vezes descrita como a garota que compensa sua falta de inteligência por sua bondade. Se isso já soa problemático, Will (Clafin) é num primeiro momento um personagem totalmente miserável que é difícil ter qualquer identificação com ele ou sua dor. Depois do envolvimento dos dois, as coisas começam a ficar mais interessantes, e muito por sua pressa, Como Eu Era Antes de Você funciona apenas após esse embate de personalidades, e o envolvimento até fortalece os personagens que até então não mostravam uma boa construção.




A comédia não é o ponto forte do filme, o romance é o que chama mais atenção, aplicando uma certa inocência em relação ao sentimento a trama inteira, lembrando o melhor do gênero. E isso não significa que o filme exclua a atração física, ou o próprio sexo, mas estes são temas tratados de maneira singela e com muita  naturalidade por Como Eu Era Antes de Você, no caso, inocência não deve ser confundida com ingenuidade. A Imprenssão que passa, é que a personagem de Emilia Clarke é até boba demais dando em certos momentos, um aspecto tolo e infantil.

Assim, o longa encontra o romantismo nos pequenos detalhes, como o ato de Lou em barbear Will, ou ainda um simples ver o outro dormindo, ou um beijo simples que quase não se vê os lábios se encostarem, o romance de Como Eu Era Antes de Você é encontrado nas pequenas coisas e isto é uma grande característica

Ainda que não seja um grande filme, o longa consegue manter uma alma do romantismo que sempre existirá no cinema, conquistando quem deseja se apaixonar ou os meros casais que vão assistir a um bom filme de amor.


Um filme que falha em sua comédia, mas acerta em seu romance.
 Avaliação : 8,4


Esquadrão Suicida



     Não é do jeito que imaginava mas também não é todo ruim. É assim que me sinto após assistir "Esquadrão Suicida", mais uma iniciativa do universo DC nos cinemas. 


  Apesar de perceber claramente que houve sim uma drástica mudança no roteiro e na forma de como o diretor David Ayer teve que seguir as sugestões dos executivos da Warner em virtude das duras críticas em relação a Batman vs Superman- A Origem da Justiça. 



   O filme teve seu tom mudado e o que se podia perceber no primeiro trailer, era que se tratava de um longa com um arco de drama e bem sombrio. 


  Más assim que vi o filme, nos primeiros trinta minutos somos apresentados a equipe e que mostra como cada um (ou ao menos os mais importantes) foram parar na cadeia. Batman é só um mero coadjuvante nesta trama, ele não é e nem deve ser tratado como protagonista, pois a ideia aqui é mostrar o outro lado de cada vilão.




   O filme conta com outro membro da Liga da Justiça,más que não irei dá Spoiler aqui. Logo após as devidas apresentações, somos levados a uma trama rápida e com alguns cortes. 


  Viola Davis está tremendamente ameaçadora como Amanda Waller, dá gosto de ver a forma como ela consegue tudo o que quer. Joel Kinnaman também está interessante como Rick Flag, más quem rouba a cena mesmo é a atriz Margot Robbie que consegue mostrar todo seu talento como Arlequina  e faz caras e bocas de forma sexy,louca,imoral e infantil. Características de sua personagem criada no arco da série animada.

El Diablo,Amarra,Katana,Crocodilo e Capitão Bumerangue dão pouco ar de graça e interpretação interessante. 


Will Smith também é centro das atenções como o Pistoleiro. Um mercenário que tem a obrigação de mostrar pra sua filha que ele pode ser "alguém melhor". 



 Quem mandou mal foi a atriz Cara Delevigne com sua Magia. Nossa que atuação ruim. Apesar que a culpa não é totalmente dela,pois a personagem também mal desenvolvida demais. Pisada de bola pros roteiristas, que não souberam construir uma vilã que fosse realmente perigosa. 



  Sobre o Coringa de Jared Leto, nem tem muito o que falar porque faltou o que falar mesmo dele. Personagem aparece muito pouco,com poucas cenas que exigem grande expressividade e a impressão que dá , é que Leto não teve dificuldade nenhuma para construir seu maléfico palhaço do crime. 


  Más como foi no caso de Delevigne, aqui a culpa também não é em suma parte do ator, e sim do roteiro que fez com o personagem diminuísse ao longo da trama, com cenas cortadas e que deixaram nervosos muitos fãs que esperavam um Coringa tão ameaçador quanto foi o de Heath Ledger em O Cavaleiro das Trevas (2008). 

 O que se espera mesmo, é que o Coringa esteja em  algum próximo filme deste universo da DC nos próximos anos,pois quero e acho que muita gente também quer vê-lo em alta performance. 




 Não sei se haverá um novo Esquadrão Suicida para David Ayer dirigir. Ele foi duramente criticado também e não acho que a culpa seja toda dele. A recepção seria melhor ao longa se os produtores e executivos tivessem peito para encarar as consequências de um blockbuster


   Anteriormente falei sobre o futuro dos filmes da DC no cinema. Clique aqui e saiba mais. 


 Em resumo, Esquadrão Suicida é um longa a ser assistido e se comporta como uma diversão se não for analisada criteriosamente, com muitas cenas de ação, fotografia decente e playlist magnifica. Esperava mais do filme mas ao mesmo tempo não é de se jogar fora como disse logo no inicio do artigo.  




Doutor Estranho

Escrito por Leandro Barreira


     


     Com Doutor Estranho, a Marvel Studios começa a explorar o universo místico como nunca havia feito. O longa tem uma missão bem especifica, mostrar este lado de encantamentos e hiperdimensões que variam de acordo com a realidade que você está. 


    A missão também têm de apresentar o doutor Stephen Strange, um neurocirurgião cuja a arrogância e o perfeccionismo são dominantes. Características parecidas com as de Tony Stark, e talvez por isso haja essas comparações, pois a narrativa do filme lembra um pouco o "Homem de Ferro" de (2008). 

    Strange acaba sofrendo um acidente  de carro que praticamente acaba com os movimentos de suas mãos. Numa busca desesperada de uma curar e vendo que o mundo ocidental não lhe oferece a tal cura, Strange começa uma jornada até o Nepal afim de descobrir como se curar completamente, já que ele conheceu um homem que tinha todos os movimentos do corpo paralisados e acabou se curando. 


   Em sua jornada, Strange acaba tendo que lidar com algo que ele nem se quer reconhece que têm...Arrogância e Orgulho. Um personagem bastante complicado que o ator Benedict Cumberbatch encarnou de forma espetacular. 


     Você vai acreditar que ele existe de tão perfeita esta a sua interpretação. Cumberbatch é conhecido em Hollywood por sempre gostar de interpretar personagens de complexidades enormes e com caráter discutíveis.



     O filme têm um visual nunca ambientado com grandes efeitos especiais, e pode ter certeza que este filme vai ser indicado ao Oscar por esta categoria,pois realmente nos surpreende demais com tantos efeitos que acaba deixando a Origem de Christopher Nolan um tanto distante. 



   Mas vamos falar em si do filme e de como ele foi desenvolvido.  A fórmula Marvel nos cinemas, os filmes na verdade são todos do mesmo jeito ou você nunca reparou ?.

   Heróis com seus dramas pessoais, muito humor em cenas que você acha que não terá, uma história que cumpre o seu papel e claro um vilão que não passa perigo ou nenhuma real ameaça. 


  Doutor Estranho não foge de nenhuma dessas características, mesmo com efeitos especiais gigantes e com um elenco primoroso, o filme têm seus problemas como os demais longas do Estúdio de Kevin Feige. 

    A começar pelo vilão interpretado por Mads Milkkensen que não vai passar nenhum senso de perigo ou ameaça global. Um vilão caricato e sem carisma algum, ou seja, mais um pra cota da Marvel que parece que depois de Loki, não conseguiu mais se achar neste ramo. 


    A escolha de Cumberbatch foi um dos poucos acertos no elenco. Mads é um excelente ator más não foi bem neste papel, Chiwetel Ejiofor também não agrada muito como Mordo, um futuro inimigo para Doutor Estranho, pois não passa credibilidade no papel. Já a personagem Rachel McAdams é muito pouco explorada não da nem para comentar muito, só que é um romance muito mal desenvolvido. Tilda Swinton exerceu bem o papel como Anciã e mesmo com muitas criticas pelo fato de que o personagem principal no original é um homem, ela se sobressai  e cumpre o que lhe foi proposto. 


   A direção é de Scott Derrickson que têm em seu curriculo filmes um tanto duvidosos do grande público como "Poltegeist - O Fenômeno,O Dia em que a Terra Parou, A Entidade 1 e 2,O Exorcismo de Emily Rose,Livrai-nos do Mal e Lenda Urbana 2". 

  A  fotografia é por conta de Ben Davis que já têm curriculo com a Marvel Studios, tendo trabalhado em "Os Vingadores- Era de Ultron e Guardiões da Galáxia e também Kick-Ass". 

   
 A música fica por conta de Michael Giacchino que ja fez filmes como  "Star Wars: O Despertar da Força, Tomorrowland - Um Lugar Onde Nada é Impossível, Super 8"  

     O roteiro é de Jon Spaihts que fez "Prometheus e a Hora mais Escura". O filme não é de todo mal, mas nos dois últimos atos ele cai de forma tediosa, isso porque havia começado bem e estava desenvolvendo muito bem, mas acaba decaindo muito e deixando até um final um tanto sem graça. 


 Portanto, Doutor Estranho é mais um filme da cota Marvel que cumpre aquilo lhe foi proposto, Drama, comédia, vilão sem graça e muito dinheiro no bolso do Estúdio. 


  Avaliação deste filme : De 0 a 10

  Nota : 8,5 ficou na média !