10 de setembro de 2018

Opinião | Deus Não Está Morto: Um Luz na Escuridão Perde seu Brilho porém Mantém sua Temática em Profundidade

Filme faz você pensar sobre está  mais perto de Deus


Por Leandro Barreira



   Depois de dois filmes com uma recepção muito boa nos cinemas e pelo público em geral,"Deus não  Esta Morto 3: Uma Luz na Escuridão " chega com a missão de conduzir uma trilogia de temática cristã com o intuito de provar em cada um de seus filmes, a importância que temos que ter com a nossa fé e de que provar para muitos que Deus nunca morreu.


 Em Deus não Esta Morto : Uma Luz na Escuridão,  o filme te traz pra mais perto do que você acredita, ele é bem diferente dos dois anteriores,  onde a ideia era provar sua crença e a existência de Deus num debate entre aluno e um professor de filosofia desacreditado ou de uma professora sendo processada pela Universidade por Falar de Deus em Sala de aula.


 Aqui a ideia é outra, o pastor Dave (David A.R. White) tenta lidar com muitos problemas ao mesmo tempo, problemas esses que acabam carretando os seus questionamentos e condutas.


Quando se vê  o filme, você acaba percebendo que são questionamentos que todos nós em algum momento da vida teremos ou tivemos.


O ponto de partida aqui é a ligação direta com o segundo filme, cenas diretas da prisão de Dave por não entregar os sermões de seus cultos para a prefeitura. Logo em seguida, os membros dirigentes da universidade começam a querer que a igreja da qual esta em seu terreno que fica no campus ha pelo menos 150 anos saia dali.


 Logo outros eventos decorrentes e tristes acontecem e fazem você telespectador  quanto o protagonista em si (Pastor Dave) a colidirem com sua fé em busca de respostas, assim como a jovem Keaton (Samantha Boscarino) que possuí  vários questionamentos dentro de si.


Em relação a fotografia do longa, o filme deixa a desejar se for em comparação aos dois anteriores da franquia,pois existe momentos em que algumas cenas parecem ter um escuro, cores bem distópicas, sem muito brilho.


 Por falar em brilho, o principal motivacional do filme aqui não  é  provar que Deus não Esta morto, mas sim permeia ao tradicional já  visto antes. A produção  e da Pure Flix, quem não  tem pretensão nenhuma de colocar o filme em rota de colisão com blockbusters.


O roteiro não  é  um dos melhores mas também  não  beira ao fracasso, pois o longa não  é ruim. Só  que visto em ascensão do primeiro filme em 2014 que foi estrelado por Shane Harper que retorna neste terceiro capítulo, o filme deixa a desejar em alguns aspectos.

Esse de fato é  o longa que mais se distancia do título principal, mas para quem curte e ama o gênero de filmes cristãos, não será  um problema, pois a essência está ali só  que sendo permeada de outra forma.

Deus não esta morto:Uma Luz na Escuridão não  atinge o auge do primeiro filme,chega até   te de decepcionar em momentos,como a ausência  de personagens importantes vistos nos dois anteriores,porém te mantem dentro da ideia de crença e dos permeios dos desafios que a fé nos leva.



 Não é o melhor dos três filmes, isso você notará claramente, mas também não é um filme cristão ruim, vá assisti-lo vendo de outra forma para não  se frustrar, não  veja ele em comparação com os outros dois.


Share:

Translate

Cinema de Primeira Brasil

Postagem em destaque

X-Men : Fênix Negra | Filme Ganha seu Primeiro Trailer

Filme mostrará  todo o poder da Fênix.  Por Leandro Barreira   Finalmente a espera acabou,  durante o programa "The Late La...

Marcadores

Arquivo Cinema de Primeira